The Yamasa Institute
S tudent  N etwork 
>
Yamasa
Homepage Central

Network do Aluno

Colabore

Busca


Newsletter
Archive by issue
Things Japanese
Student Interviews
Staff interviews
In the News
Japan Guide
Other
Photos
Student Homepages
Email
Okazaki Guidebook
Library
Alumni
OCJS
Competition

Ajude-nos a tornar o informativo melhor!
Caixa de Sugestões

Anterior

Próxima

Menu

Coisas Japonesas - SUMO

Muito antes de eu sequer ter pisado em solo japonês, já havia escutado sobre o 'Sumo'. É uma das primeiras coisas que vêm à mente das pessoas quando se menciona o Japão, tamanha a sua significância histórica e cultural, e a luta tornou-se parte da imagem pré-concebida do Japão para muitos.

História e origens: De acordo com a lenda japonesa, a própria origem da raça japonesa dependeu do resultado de uma disputa de sumo. Tão discutível quanto isso pode soar, a supremacia do povo japonês nas ilhas do Japão foi supostamente estabelecida quando o deus, Take-mikazuchi, venceu uma luta de sumo com o líder da tribo rival. Isso, é claro, é apenas uma lenda, e as origens exatas, acredita-se, são baseadas em religião.

Acredita-se que as primeiras lutas de sumo tenham sido uma forma de ritual dedicada aos deuses, as quais eram executadas juntamente com danças e dramaturgia nos arredores de determinados templos. Desde o século oito (o Período Nara), um festival de luta era realizado anualmente, onde uma forma antiga do sumo de hoje era performada perante a Corte Imperial. Havia menos regulamentos para as competições do que existem hoje, e os combates combinavam elementos do boxe e da luta livre. No entanto, com o passar dos anos, foram sendo formuladas regras, e desenvolveram-se técnicas, de forma que a luta foi gradualmente evoluindo para o sumo que existe hoje.

Após a unificação do Japão sob o Shogunato Tokugawa, em 1603, foram organizados grupos profissionais de sumo, a fim de entreter a classe trabalhadora em rápido crescimento, e o sumo tornou-se o esporte nacional do Japão. A atual Japan Sumo Association tem suas origens nesses primeiros grupos formados no Período Edo. A associação de sumo de Tokyo juntou-se à associação de Osaka, em 1927, para formar o 'Kyokai' do Sumo moderno (a associação ou admistração oficial). A Nihon Sumo Kyokai administra o esporte sob o Ministério da Educação no Japão.

O ringue do Sumo: É chamado de 'dohyo', e tem o nome do saco de palha de arroz que demarca suas diferentes partes. O doyo possui 18 pés quadrados, e 2 pés de altura, e é construído de um tipo especial de argila. A superfície rígida é coberta com uma fina camada de areia. O ringue em si mede pouco mais de 15 pés de diâmetro. Acima do dohyo, pendurado por cabos, há um teto assemelhando-se a um templo Shinto, com quatro enormes borlas penduradas em cada canto - as quais representam as estações do ano.

Regras: Ganha-se a luta ao forçar o oponente para fora do círculo, ou jogando-o no dohyo. No entanto, não é preciso que você caia ou seja forçado para fora do ringue para perder uma luta. Simplesmente tocar o chão com qualquer parte do seu corpo é o bastante para perder a disputa. Pisar com um dedo do pé ou o calcanhar no fardo de palha que marca o círculo também irá significar derrota. Nem é preciso mencionar que sufocar, atacar com os punhos, arrancar os olhos, etc, são proibidos. Também é contra as regras agarrar a parte da faixa que cobre os órgãos vitais. Como não há limites de peso, como ocorre no boxe ou na luta livre ocidental, é possível que um rikishi (lutador de sumo) venha a encarar um oponente com o dobro do seu peso.

Juízes: Sentados em volta dos quatro lados do dohyo ficam os juízes, vestidos em kimonos pretos. Caso haja alguma dúvida sobre a decisão do árbitro, os juízes sobem ao ringue e resolvem entre eles a questão. Pode acontecer dos juízes anularem a decisão do árbitro, ou pode ser solicitada uma nova luta - o que geralmente ocorre quando ambos os participantes aparentam ter tocado o chão ao mesmo tempo, e é impossível decidir quem é o vencedor.

Árbitro: As únicas pessoas presentes no ringue, além dos próprios rikishi, são os 'gyoji', ou árbitros. Eles se vestem em kimonos estampados da mesma forma que o estilo vestido pelos samurais do Período Kamakura, há aproximadamente 600 anos atrás. Assim como os rikishi, os árbitros também são classificados, e somente um árbitro de alta posição pode presidir uma disputa que envolve um yokozuna (a lista dos melhores lutadores). A posição de um gyoji pode ser determinada pela cor da borla no seu leque - púrpura, ou púrpura e branca para os tate-gyoji (altas posições), vermelha para os que correspondem ao san-yaku, vemelha e branca para os maku-uchi, azul e branca para juryo e azul ou preta para as posições abaixo. Os árbitros das posições mais altas vestem o tabi, meias japonesas que possuem uma divisão para o dedão do pé, e zori, sandálias de palha, enquanto os das posições mais baixas ficam descalços.

Torneios: Há seis Grandes Torneios por ano, três que acontecem em Tokyo, e um em Osaka, Nagoya e Kyushu. Um torneio dura quinze dias, e a cada dia, o rikishi disputa uma vez contra um oponente diferente. O vencedor do torneio é aquele com o melhor registro de ganhos sobre derrotas, e é gratificado com a Taça do Emperador no dia final, depois da última luta. Há três prêmios adicionais, o shukunsho, entregue ao rikishi que contrariou o maior número de yokozuna e ozeki (segunda posição mais alta, depois do yokozuna), o kantosho, pelo espírito de luta, e o ginosho, pela técnica. Para ser elegível a qualquer um desses prêmios, o rikishi precisa também ter vencido pelo menos oito de suas quinze lutas.

Nagoya Basho: O próximo torneio de sumo irá acontecer de 8 de julho (domingo), a 22 de julho (domingo), no Aichi Prefectural Gymnasium - Nagoya. Para fazer reservas por telefone, por favor ligue no número (em japonês) 052-962-9300, e para informações gerais 052-221-0738. Os preços dos ingressos são:

Camarotes: Por favor note que os camarotes B e C são vendidos em pacotes de quatro ingressos, por compra:
Camarote B (estilo japonês, acomoda 4 pessoas)           41,200Yen
Camarote C (estilo japonês, acomoda 4 pessoas)          36,800Yen
Camarote D (estilo japonês)                       7,200Yen por pessoa

Lugares na Arena:
Seção A (por cadeira reservada)              4,700Yen
Seção B (por cadeira reservada)             3,200Yen

Links:

http://www.sumo.or.jp/index_e.html
http://www.scgroup.com/sumo/faq/index.html

Voltar ao início da página


Anterior

Próxima

Menu


Click here to go to ACJS center homepage

www.yamasa.org Aichi Center Online Center Kanji Dictionary
Japan Travel Guide Yamasa TV! FM Okazaki Online


Created and maintained by Declan Murphy and the students and staff of the Yamasa Institute Multimedia Studio
© Yamasa - All rights reserved.